“POLÍCIA FEDERAL REALIZA AUTUAÇÃO EM FLAGRANTE DE QUATRO SUSPEITOS PRESOS PELA GUARDA MUNICIPAL DO CABO DE SANTO AGOSTINHO-(ROMU-RONDA OSTENSIVA MUNICIPAL) QUANDO ESTAVAM FURTANDO, APÓS ARROMBAMENTO OBJETOS DO CARTÓRIO ELEITORAL DA 15ª E 121ª ZONA.

A Polícia Federal em Pernambuco procedeu a atuação em flagrante no dia 16/09/2018, por volta de 18h de quatro suspeitos presos por Guarda Municipais do Cabo de Santo Agostinho/PE. Os presos são: VALTER SANTOS DE MIRANDA, solteiro, 29 anos, desempregado, sem residência fixa e natural de Camaçari/BA-(possui antecedentes criminais-Já foi preso por furto no Cabo de Santo Agostinho/PE), RAFAEL MARIANO DA SILVA FILHO, amasiado, 32 anos, desempregado, sem residência fixa e natural do Cabo/PE-(possui antecedentes criminais-Já foi preso por furto e agressão à sua mulher no Cabo de Santo Agostinho/PE), AMARO MÁRCIO DA CONCEIÇÃO, solteiro, 39 anos sem residência fixa e natural do Cabo/PE-(possui antecedentes criminais-Já foi preso duas vezes por roubar objetos de supermercados em Prazeres e Jaboatão dos Guararapes/PE), LEANDRO SEBASTIÃO DOS SANTOS, solteiro, 22 anos sem residência fixa e natural do Cabo/PE-(possui antecedentes criminais-Já foi preso por tráfico de entorpecentes no Cabo de Santo Agostinho/PE),

As prisões aconteceram em virtude de informações repassadas por volta das 14h pelo Centro de Monitoramento da Guarda Municipal do Cabo para os Guardas que faziam Rondas Municipais-ROMU, dando conta de que três suspeitos teriam pulado o muro que divide o Cartório Eleitoral e a Guarda Municipal, arrombando a porta interna e retirando uma proteção da janela e se dirigido onde funcionam os cartórios da 15ª e 121ª Zonas Eleitorais e lá estavam furtando uma quantidade expressiva de material (fitas adesivas, fios de cobre, extensão de tomadas, lâmpadas, refletor, bateria, cafeteira, tesoura, grampeador, headfone e alguns produtos alimentícios). Três deles ao serem presos informaram aos guardas municipais que um quarto suspeito seria o mandante da ação e que iriam se encontrar com ele por volta das 17h para tentar roubar a arma de um vigilante, sendo ele o responsável em estudar o local e orientado os demais para que efetuassem o arrombamento e fizessem o furto dentro do Cartório Eleitoral. Durante toda a ação ele teria ficado do lado de fora e fugido com a chegada da Guarda Municipal. Tendo sido preso também numa casa abandonada perto da Defensoria Pública do Cabo com alguns produtos de um furto realizado no dia anterior (relógio, bolsa feminina e óculos de sol).

Terminado os trabalhos ostensivos e tendo sido todo o material arrecado, os presos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil do Cabo de Santo Agostinho/PE onde um dos suspeitos foi ouvido em razão do furto efetuado no dia anterior e depois os quatro foram trazidos para a sede da Superintendência da Polícia Federal no Cais do Apolo-Recife/PE, onde após terem sido informados dos seus direitos e garantias constitucionais acabaram sendo autuados pelo crime contido no artigo 155, § 4º incisos I e IV do código penal (furto qualificado com rompimento de obstáculo com concurso de duas ou mais pessoas) e caso sejam condenados poderão pegar penas que variam de 2 a 8 anos de reclusão! Após a autuação, os presos vão ser encaminhados para a audiência de custódia e caso seja CONFIRMADA AS SUAS PRISÕES PREVENTIVAS serão conduzidos para o COTEL-Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna, após realizar Exame de Corpo de Delito no IML-Instituto de Medicina Legal, onde ficarão à disposição da Justiça Federal/PE.  Em seus interrogatórios três dos presos negaram participação no roubo a objetos do Cartório Eleitoral do Cabo/PE e apenas um confirmou sua participação na ação. Todos os quatro estavam sem nenhum documento de identificação e por isso precisaram ser identificados criminalmente.

Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget