Bairro do Salgado recebe plenária para elaboração da LOA 2019.

  A Prefeitura de Caruaru realizou, nesta quinta-feira (6), na Escola João Lyra Filho, no Salgado, a 5ª Audiência Pública para elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) do exercício de 2019. Com o objetivo de ouvir e debater junto à população o futuro do município, o encontro reuniu moradores e lideranças comunitárias do Território de Gestão Sustentável 7 (TGS 7), que engloba os bairros Salgado, Riachão, São João da Escócia, Cedro, Alto da Balança, Rendeiras, Morada Nova, São José, Lagoa do Algodão, Cidade Jardim, Loteamento Primavera e Serranópolis.

 “Não vejo outra maneira para a população se integrar e colaborar com as mudanças de uma cidade, como a participação ativa nas plenárias. É neste espaço que todos são ouvidos, apresentam seus anseios e demandas, além de opinar nas decisões futuras para o desenvolvimento e crescimento de Caruaru”, afirmou o morador do bairro do Riachão, Severino Martins. Mais uma vez os participantes foram divididos por eixos, sendo eles:

Eixo 1 – Desenvolvimento Humano, Inclusão e Direitos; Eixo

2 – Sustentabilidade e Desenvolvimento Econômico; Eixo
3 – Gestão do Território e da Cidade e Eixo
4 – Planejamento, Orçamento e Gestão de Finanças.

Em cada eixo escolhido, a população pôde apresentar e discutir as demandas envolvidas na temática, com assuntos voltados para cultura, lazer, empregabilidade, infraestrutura, moradia, saúde, educação, meio ambiente e segurança. “Como moradora do bairro mais popular da cidade, o Salgado, e presidente da Associação de Moradores por mais de 30 anos, encontro nesta oportunidade, um momento de passar para o poder público tudo que recebo dia a dia na associação.

 Como, por exemplo, pedidos de mais segurança, melhoria nas vias, sinalização, dentre outros assuntos. E, assim, estou aqui com a certeza de que as solicitações dos bairros serão repassadas para os responsáveis para posteriormente as decisões serem colocadas em prática”, disse Norma Maciel.

 É através da LOA que o governo define as prioridades e metas que deverão ser atingidas no determinado ano, disciplinando todas as ações dos governos, sejam eles Federal, Estadual ou Municipal. “É também um direito da população contribuir com essa participação, trazendo para o poder público as principais demandas que cabem aos cidadãos”, finalizou o secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, Rubén Pecchio.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget