Sulanqueiros realizam protesto em Caruaru.

   Na manhã desta segunda-feira (6), um grupo de sulanqueiros realizou um protesto na Rua Rui Limeira Rosal. Durante a movimentação, que era contrária à apreensão de mercadorias que eram comercializadas no local, os feirantes queimaram pneus e entulhos. Em entrevista à Rádio Cultura, o feirante Mardone relatou que os fiscais agiram de forma agressiva e autoritária.

 Chega, pega a mercadoria, joga para cima do caminhão, quebra o carro, quebra a mercadoria, suja, destrói tudo. Humilha e, se o cara for falar, algema, quer jogar spray de pimenta em cima da gente. Isso não existe”, reclamou. Durante a entrevista, o feirante Leonardo José, que também teve a mercadoria recolhida, afirmou que alguns fiscais têm aceitado receber propina para não realizar a apreensão.

 “Tem uns fiscais que tão ‘comendo bola’ de vendedores que tem condições de pagar R$ 50, R$ 60 ou R$ 70 por feira para passar vista grossa, mas como muitos não têm condições de pagar, como eu, aí eles estão apreendendo”, denunciou. Por meio de nota, a Secretaria de Serviços Públicos informou que a apreensão das mercadorias foi feita para viabilizar a “desobstrução da entrada principal da ‘Feira da Fundac'”, que, de acordo com a pasta, estava sendo ocupada por vendedores irregulares.

 “A medida foi tomada após solicitação dos fiscais aos ambulantes, em feiras anteriores, de que não era permitida a permanência no local, já que obstruía a passagem dos pedestres. Porém, os mesmos permaneceram na calçada dificultando a entrada dos clientes na referida feira”, relata o texto. Segundo a publicação, as mercadorias apreendidas foram encaminhadas para a Gerência de Feiras e Mercados e podem ser retiradas mediante pagamento de multa.

A ação foi contrária à apreensão de mercadorias.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget