Diretor médico do Sport avalia casos de Ernando e Rogério.

  Cléber Maciel ainda teceu duras críticas a comentários feitos ao Departamento Médico do Clube.

 Cléber Maciel estipulou de duas a três semanas o prazo para a recuperação de Rogério. (Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife) O diretor médico do Sport, Cléber Maciel, abriu as coletivas desta terça-feira (31) com um balanço sobre o processo de recuperação do zagueiro Ernando e do atacante Rogério, os dois únicos “pacientes” do DM rubro-negro no momento.

O primeiro sofreu uma luxação no dedão do pé esquerdo, enquanto o outro um estiramento no músculo posterior da coxa esquerda. Cléber Maciel também aproveitou para informar que o zagueiro Durval está reintegrado ao elenco. Durante a parada para a Copa do Mundo, ele sofreu uma contratura na panturrilha esquerda.

Confira a íntegra do que disse Cléber Maciel sobre os atletas: “Primeiro, falar sobre Durval. Ele está reintegrado ao grupo, mas uma vez foi um atleta que recuperou antes do prazo e nos surpreende positivamente. O próximo atleta é o Ernando. Ele completa amanhã (dia 1º) duas semanas de um trauma direto, um trauma mais sério no dedo, uma luxação na região do pé. E ele vem recuperando de uma forma bem interessante. Vem se recuperando de forma positiva. Esperamos que, dentro do prazo inicial que demos de três semanas, ele possa voltar a nos ajudar. O terceiro atleta é o Rogério. Ele sentiu um desconforto na região posterior da coxa esquerda, durante a partida, como todos viram na TV. Foi submetido a um exame de imagem que demonstrou uma lesão pequena. Deve demandar de duas a três semanas de recuperação. Isso entre DM, fisiologia e preparação física”.

Depois, Cléber Maciel emendou uma crítica sobre comentários tecidos sobre o DM rubro-negro. “A gente vive numa democracia e está claro que está submetido a escutar muitas coisas de forma não interessante, falando aberrações, como as que infelizmente escutei agora pela manhã em uma grande emissora de rádio de Pernambuco. Pessoas falando sobre assuntos que não têm o menor conhecimento. Por esse motivo, particularmente, eu não venho aqui falar com vocês assuntos que não sejam médicos.

Eu queria dizer que nos esportes de rendimento como um todo, as lesões mais comuns são: câimbras, estiramentos, contusões e tendinites. Nessa ordem. No futebol, as mais prevalentes são os estiramentos musculares. Para se ter uma ideia, o Sport vem sendo há quatro anos referência, entre os melhores clubes do País. Vale salientar matéria recente do GloboEsporte.com, que mostrou que o Sport era o único clube da Série A sem lesionados na parada para a Copa do Mundo. Para se ter ideia, trouxe alguns dados interessantes.

Na Copa do Mundo, por exemplo, tivemos 32 lesões, sendo 23 lesões musculares, em pouco mais de 30 dias. A lesão muscular é inerente. Então escutar que a lesão muscular não tem espaço nos dias de hoje é uma aberração. Obviamente eu não faço o papel de falar coisas que não são do Departamento Médico para não passar vergonha. Pra finalizar, É bom dizer que o Sport é constituído de departamentos multidisciplinares. Temos uma nutricionista excepcional, uma preparação física muito boa, um dm atuante, fisioterapeutas muito bons, fisiologia inquestionável. Comissão técnica trabalhadora. Mas as lesões são inerentes ao esporte”.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget