Garanhuns reuniu cerca de dois mil estudantes na Caravana da Educação.

  Chegou a vez da Suíça Brasileira, como é popularmente conhecida a cidade de Garanhuns, receber a Caravana da Educação. Nesta quinta-feira (07.06), mais de dois mil estudantes estiveram presentes nos polos cultural, esportivo e central, que foram montados nas escolas Simoa Gomes, localizada no bairro da Boa Vista, e na Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Professor Jerônimo Gueiros, no bairro de São José.

Paralelamente aconteceu, na EREM Francisco Medeiros, a Pactuação de Metas, onde estavam reunidos gestores, secretários executivos e o secretário de Educação do Estado, Fred Amancio. Música e dança movimentaram a manhã do polo cultural. Os estudantes foram recepcionados pela apresentação musical do Centro de Reabilitação em Educação Especial (CREE). Estudantes de várias escolas também mostraram seus talentos, dentre elas, o Grupo de Dança Trilogia ,da Escola Professora Elvira Viana, de Garanhuns.

 “Nosso grupo já atua há um ano. Foi um projeto desenvolvido para ser apresentado na escola, mas que deu tão certo que saímos dos muros da nossa escola para apresentar em outros ambientes. Estar aqui na Caravana é muito prazeroso, estamos dividindo talentos, conhecendo talentos, conhecendo outras pessoas isso é muito bom”, fala Isabella Almeida, 15 anos, estudante do 1º ano.

 A Escola Monsenhor Alfredo Damaso, de Terezinha, trouxe para o Polo Cultural uma exposição fotográfica feita pelos estudantes que recebeu o tema “Um fato, uma foto, um novo olhar sobre a paisagem, o trabalho e as características do povo terezinhense”.

“O objetivo da mostra foi ter um olhar mais detalhado sobre o que está ao redor, paisagens cotidianas, mas, que passam despercebidas pela correria do dia a dia”, diz Danubia Juliana, professora idealizadora do projeto. Para a estudante do 3º ano, Francismara Viera, 17 anos, a oportunidade de participar da caravana é uma experiência única. “Nosso trabalho foi feito para mostrar que é preciso olhar para os lados, observar a beleza da nossa cidade, a riqueza que temos ao nosso redor e mostrar isso para outras escolas é interessante pelo fato de poder desperta neles o mesmo olhar”, pontua. No polo esportivo, a grande novidade foi o badminton, esporte praticado em Iati por estudantes da EREM Francisco Pereira da Costa, que, em julho, leva dois estudantes para disputar o Panamericano em Salvador, capital baiana.

“Nosso trabalho com o badminton vem sendo desenvolvido há cinco anos, é um esporte que trabalha não só o corpo, mas, a concentração e disciplina do estudante. Somos Referência no estado e a terceira força do Norte Nordeste, já tivemos estudantes que disputaram na Índia e agora estamos indo a Salvador. Isso nos orgulha muito”, pontua Diego Silva, professor de educação física. Confiante para disputar o Panamericano, o estudante do 3º ano, José Armando Tavares, de 17 anos, treina todos os dias. “Quero ir e subir no pódio, por isso, meu treino é pesado todos os dias. Estamos mostrando a outros jovens nosso esporte participando da caravana, e é isso é muito bom”, diz. José segue para a disputa com sua dupla, Antony Rafael, de 16 anos, estudante do 9º ano.

 À tarde, a quadra da escola EREM Professor Jerónimo Gueiros ficou lotada para receber o polo central. Foi a vez dos terceiranistas receberem orientações sobre o projeto ENEM, Tá Ligado?, com foco na preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e sobre o PE no Campus, projeto lançado para incentivar os estudantes, por meio de um conjunto de ações, que inclui apoio financeiro, mediante bolsas aos estudantes de baixa renda da rede Estadual ao ingressar nas instituições públicas de ensino superior.

 “Reunir estudantes terceiranista em uma tarde para orientações é um diferencial, tirar dúvidas, conhecer melhor os programas de apoio do Governo do Estado e principalmente fazer a Interação entre os jovens que estão com o mesmo objetivo, a universidade”, enfatiza Maria Isabella Ferreira, estudante da Escola Henrique Dias, em Garanhuns. Para a gestora da Gerência Regional de Educação, Adelma Elias, a Caravana da Educação chegou para engrandecer o trabalho realizado pelas escolas.

“É um dia bem significativo e histórico para o Agreste. É um dia que a gente reúne tudo que as escolas produzem e temos a oportunidade e mostrar isso. Então, só posso dizer que tivemos um saldo extremamente positivo para todos, todos nós aprendemos muito com isso”.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget