Michel Bastos é apresentado oficialmente no CT.

Meia-atacante reforçou a motivação em fazer um grande Brasileirão pelo Sport


Experiente e com passagens na Seleção Brasileira e Europa, Michel Bastos quer ser a referência do Leão (Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife)
O meia-atacante Michel Bastos, de 34 anos, foi apresentado na manhã desta terça-feira (1), no CT José de Andrade Médicis, quando reforçou mais uma vez a sua motivação em honrar as cores rubro-negras. O novo reforço rubro-negro retorna para São Paulo para finalizar um tratamento médico e inicia os treinamentos pelo Sport na próxima semana.

“É um atleta que sem sombras de dúvidas já demonstrou ao longo da sua carreira o seu potencial, a sua qualidade, e com certeza vai agregar ao elenco. Esperamos que sejam tempos de realizações, conquistas”, disse o executivo de futebol, Klauss Câmara, que falou também sobre a escolha do jogador pela camisa 9.

“Ele vem, até pelo que já mostrou na sua carreira, fazendo várias funções. É um atleta versátil, e escolheu a 9. O Michel vai, sem sombra de dúvidas, ser um homem ofensivo, o que não significa que será o nosso centroavante. A sua posição específica vai depender do treinador”, emendou.

Confira, em tópicos, as palavras do novo jogador do Leão, na apresentação oficial:

Até onde o Sport pode chegar

Acho que hoje com a minha chegada mostra a ambição do Sport. Eu acompanhei esse último jogo, e claro fiquei muito feliz pela vitória. Acompanhei contra o botafogo também. A gente briga hoje para ir o mais longe possível, com certeza chegar a uma competição internacional. O Sport é um clube grande, e a gente tenta buscar sempre o melhor para o clube. Hoje a diretoria do Sport busca suprir a ausência de alguns jogadores. Acho que agente tem qualidade, condições, e a diretoria vai qualificar ainda mais para fazer um bom Brasileiro e buscar a melhor posição possível.

Preferência por posição

Foi uma posição minha pelo fato de eu ser um meia-atacante e hoje em dia as pessoas plantarem certas coisas muitas vezes sobre a minha pessoa, como se eu fosse irregular, mas se você ir a fundo nas minhas estatísticas, estou há muito tempo fora da posição que eu exercia antigamente. Há mais de dez anos atuei como meia na Europa, sempre vitorioso, sempre jogando. Hoje sou um meia-atacante. Mas sempre me propus a ajudar a equipe, me coloquei à disposição do treinador para ajudar a equipe. Me coloco aqui também para ajudar da melhor forma possível. Mas sempre expus a minha vontade e acho que sou mais útil para ajudar atuando na frente. O Klauss também me passou a vontade me ter fazendo essa função no Sport. Isso ajudou para eu querer vir para o Sport. Eu quis estar aqui, é uma escolha minha, poderia ter ido para o exterior. Mas pelo fato do Sport mostrar interesse em eu estar aqui, e eu poder voltar aqui a fazer uma função que eu gosto de jogar.

Sport sempre com jogadores de Seleção

Mostra a ambição do clube, como eu falei. Onde fui referência me sai muito bem. Eu precisava disso na minha carreira. Agradeço ao Palmeiras pela oportunidade, mas não era referência lá como posso ser aqui. Fico feliz por essa confiança. Não digo que irei voltar à seleção, mas espero atuar da mesma forma que atuava quando vesti a camisa da seleção.

Parte clínica

A recuperação ser finalizada no Palmeiras, foi decidida em comum acordo comigo. Depois volto para fazer a transição no campo aqui. Quero chegar aqui para todo mundo me ver dentro de campo. Espero que na próxima semana eu já esteja aqui com o grupo treinando para estar ajudando o Sport o mais rápido possível.

Ambições na carreira

Tenho objetivos para estar no clube que estou hoje. Até o final do ano quero mostrar o porquê que eu vim para cá. Mas minha intenção não é ficar só ate dezembro aqui. Tenho vontade de permanecer mais tempo no clube. Tenho exemplos de jogadores que saíram daqui, como Diego Souza e André, e com a saída deles quero estar aqui suprindo essas ausências, e ser referência. Sempre busquei objetivos na minha carreira. Escolhi estar aqui hoje por varias razões e pretendo seguir aqui por muito tempo.

Torcida

A importância da torcida é gigantesca. Tive a oportunidade de vim jogar contra com a Ilha cheia. Acho que isso dificultou pra mim, porque vim como adversário, e eu via que ajudava muito os jogadores do Sport. Isso que me fez vir também hoje. Estou até com a minha carteirinha de sócio, espero que o torcedor possa estar se unindo também. A gente quer fazer uma campanha digna do clube, quanto mais o torcedor apoiar será melhor. Quem puder se associar vai estar fazendo muito pelo Sport, que é maior que tudo. Soube também que quem se associar vai entrar gratuitamente nos jogos do Brasileirão. Então por favor nos ajudem, que a gente vai precisar muito de vocês.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget