Escolas da Rede Estadual comemoram Dia Nacional da Matemática.

Estudantes participaram de jogos matemáticos, peça teatral, exposição de livros e outras atividades pedagógicas.

Nesta terça-feira (8), escolas da Rede Estadual realizaram diversas atividades pedagógicas em comemoração ao Dia Internacional da Matemática, celebrado no último domingo (6). A ação teve como objetivo contextualizar os conhecimentos adquiridos em atividades lúdicas que avaliassem suas aprendizagens, seus interesses e suas necessidades de aprimoramento, tornando o conteúdo em um processo mais interessante e eficaz no momento do ensino-aprendizagem. A Gerência Regional de Educação (GRE) Recife Sul, realizou, em cerca de 80 escolas vinculadas, a primeira Feira de Matemática. Na ocasião, os estudantes realizaram apresentação de obras do escritor e matemático, Malba Tahan, peça teatral, oficina de jogos matemáticos e de tabuleiro.

Na Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Mariano Teixeira, no Recife, os estudantes encenaram uma peça teatral inspirada no livro O Homem que Calculava, de Malba Tahan. Com o tema central A matemática como uma abordagem literária os estudantes conscientizaram a influência da literatura matemática em todas as áreas, bem como promover a divulgação e a popularização dos conhecimentos matemáticos. Entretanto, Jogos direcionados com conteúdos matemáticos e com novas adaptações estratégicas, alguns criados pelos próprios estudantes, facilitaram na hora da aprendizagem.

Para o estudante do 2º ano D, João Vitor, que interpretou “o homem que calculava”, participar dessa peça o ajudou muito na hora de aprender sobre a disciplina. “Nunca tinha participado de uma apresentação de teatro e achei muito legal poder juntar a encenação com o ensinamento da matemática. Sair um pouco da sala de aula e fazer atividades pedagógicas ajuda bastante na hora do aprendizado. Antigamente, eu enxergava a matemática como uma coisa mais complexa, mas a partir do momento que comecei a participar dessa atividade, eu vi que não era tudo aquilo que eu pensava”, completa.

“Um dos objetivos dessa ação é melhorar o aprendizado do estudante. Então, criamos estratégias para que dentro da sala de aula o professor possa transmitir e também aprender com os estudantes. Nossa intenção é colocar uma matemática mais acessível e gerar um aprendizado significativo. Inclusive, esse projeto está servindo de inspiração para que os estudantes do 9º ano repliquem o aprendizado para os estudantes do 6º e 7º ano”, comenta a professora de matemática e formadora da GRE, Ana Amara.

Na EREM Apolônio Sales, localizada no bairro Ibura de Baixo, os estudantes participaram de atividades como: dobradura, origami, sudoku, dominó, tangram e ábaco moderno. Desta forma, houve uma aproximação da matemática ao conhecimento construído pelo aluno e mediado pelo professor, além de utilizar o contexto sociocultural do estudante aos letramentos matemáticos da atualidade.

Confira outras escolas que também realizaram atividades em comemoração ao Dia Nacional da Matemática: EREM Poeta Joaquim Cardoso, EREM Senador Nilo Coelho, EREM Paulo Pessoa Guerra, Escola Estadual Padre Lebret, EREM Diario de Pernambuco, EREM Alberto Torres, Escola Roberto Silveira, EREM Rita Lessa e EREM Senador Paulo Pessoa Guerra.

Giro Matemático

Entre os dias dois e sete a EREM Dr. Mota Silveira, localizada no município de Belo Jardim, reuniu os estudantes para vivenciar grupos de estudos voltados para as Olimpíadas de Matemática, Sistema de Avaliação da Educação Básica de Pernambuco (SAEPE) e Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Além disso, os estudantes participaram de atividades de monitoria, oficina de jogos, divulgação dos trabalhos nas mídias sociais e intercâmbio com escolas da rede municipal para desenvolver atividades práticas com estudantes do nível fundamental.

Na última sexta-feira (8), a Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Maria do Céu Bandeira, localizada em Moreno, realizou, a II Exposição do Centro de Educação Matemática. Na ocasião, a escola levou seu laboratório de ensino matemático para o centro do município onde aconteceu a exposição de jogos gigantes como: jogo da velha, jogo das cores, cubo quebra-cabeças, travessia, tangram, soma certa e muitos outros. O evento foi organizado na Praça da Bandeira e contou com a participação de estudantes de mais de 20 escolas das esferas estadual e municipal que, junto com a comunidade local, mostraram que é possível aprender matemática de uma forma diferente.

Já na EREM Nóbrega, no bairro da Encruzilhada, os estudantes aplicaram a matemática na astronomia, mostrando várias formas de utilização da disciplina por meio de jogos, projetos e até mesmo lançamento de foguetes.

Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget