Agreste registra queda de 29% nas ocorrências de homicídios.

   Os municípios do Agreste voltaram a registrar redução nos números de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), no mês de abril, confirmando a tendência de queda da criminalidade, na Região. No mês passado, as 71 cidades que compõem a região somaram um total de 92 homicídios, número que representa uma queda de mais de 29% em relação ao mês de abril de 2017, quando foram confirmadas 131 ocorrências de CVLI nas localidades.

Quando somados os casos de homicídios registrados nos quatro primeiros meses do ano, a redução chega a mais de 25%. No total, foram 338 ocorrências notificadas entres os meses de janeiro a abril desse ano, contra 453 casos no ano passado.

“A redução, não só dos CVLIs, mas também dos Crimes contra o Patrimônio, ocorre sucessivamente, em todas as regiões, o que demonstra que o planejamento e a execução de ações de segurança pública, com investimentos importantes na contratação de policiais, viaturas, equipamentos e mapeamento das manchas criminais, estão alcançando resultados importantes, com consistência”, diz o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua.

No Agreste, os investimentos incluíram, não só o reforço de profissionais e viaturas, mas a inauguração do 1º Batalhão Integrado Especializado de Policiamento (BIESP), que passou a funcionar em novembro do ano passado, no município de Caruaru. A unidade, com mais de 300 homens e mulheres, é formada por quatro companhias especializadas, que incluem efetivos das Rondas Ostensivas com o Apoio de Motocicletas (Rocam), Radiopatrulha, BPChoque, CIPCães e Policiamento de Trânsito.

Além disso, como a maior parte dos homicídios tem relação com o tráfico de entorpecentes, acertos de contas e outras atividades criminais, o combate às drogas foi fortalecido, na Região, com a implantação de duas delegacias do Departamentos de Repressão ao Narcotráfico (Denarc), sendo uma no município de Caruaru e a segunda em Garanhuns.

“O trabalho integrado das forças de segurança pública tem refletido diretamente na produtividade. Em abril, foram 541 armas apreendidas e 2.622 acusados presos em flagrante. Só em abril, foram presos 165 homicidas e, com a ampliação do efetivo policial militar nas ruas, estamos trabalhando para que a população se sinta mais tranquila e segura”, completou o secretário.

Ainda este ano, o Agreste será contemplado com a implantação da 26ª Companhia Independente da PM, em Lajedo, que fortalecerá as atividades de prevenção e combate ao crime nos municípios de Lajedo, Jupi, Jucati, Panelas, Jurema, Calçados, Ibirajuba e Canhotinho.

Crimes contra o patrimônio – Assim como os homicídios, os Crimes Violentos contra o Patrimônio, que incluem ocorrências como roubos e extorsões, também apresentaram redução no mês de abril. Ao todo, foram 1.516 ocorrências em toda a Região, o que representa uma redução de mais de 20% que o mês de abril de 2017, quando foram registrados 1.903 casos.

Essa redução também tem se mantido nos quatro primeiros meses do ano, que registraram um total de 6.062 ocorrências, o que representa uma queda de mais 18% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram notificados 7.461 casos.

Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget