A Penitenciária de Tacaimbó, no Agreste do Estado, agora tem uma padaria própria.

O local oferece uma grande oportunidade de aperfeiçoamento de mão-de-obra, empregando três detentos que passaram por um curso de capacitação. Diariamente, eles produzem 2.200 pães.

Além disso, o custo de transporte também diminuiu. Antes, vindos do Presídio Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, os pães agora são produzidos dentro da Penitenciária, com uso de mão-de-obra local.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget