“POLÍCIA FEDERAL PROCEDE AUTUAÇÃO EM FLAGRANTE DE DOIS SUSPEITOS”.

1º CASO:

A Polícia Federal em Pernambuco procedeu a autuação em flagrante por vigilantes e segurança da Universidade Federal de Pernambuco  um cinegrafista, solteiro, 42 anos, natural de Viana/MA e residente no Ibura de Baixo-Recife/PE-(possui antecedentes criminais-já foi preso pela Lei Maria da Penha- ficando preso por 4 meses). A prisão aconteceu quando vigilantes da empresa TKS ao fazer rondas por volta das 2h no prédio da Prefeitura da Universidade Federal de Pernambuco-UFPE perceberam que as espumas que cobrem o sistema de ar-condicionado estavam remexidas e espelhadas pelo chão.  Ao se aproximar do local perceberam a presença do suspeito o qual estava retirando os dutos de cobre e tendo visto os vigilantes tentou fugir do local, mas foi alcançado e detido pelos vigilantes. Ao ser preso percebeu-se que ele estava de posse de seis pedaços de dutos de cobre, bem como de ferramentas tais como: alicates, serra, chave de fenda e luvas dando a atender que ele havia de fato planejado a ação criminosa.

Terminado os trabalhos ostensivos e tendo sido arrecadados os objetos furtados, o suspeito recebeu voz de prisão em flagrante, a segurança da UFPE foi acionada e em seguida o conduziu para a Sede da Polícia Federal no Cais do Apolo no Bairro do Recife Antigo, onde, após ter sido informado dos seus direitos e garantias constitucionais acabou sendo autuado em flagrante pelo crime contido no artigo 155, § 1º único do Código Penal Brasileiro (furto com a agravante de ter sido praticado no período noturno) e caso seja condenado poderá pegar penas que variam de 1 a 5  anos de reclusão, além de multa!   Após a autuação, o preso realizou Exame de Corpo de Delito no IML - Instituto de Medicina Legal e em seguida foi encaminhado para a audiência de custódia onde foi LIBERADO e vai responder ao processo em liberdade.

2º CASO:

A Polícia Federal em Pernambuco procedeu a autuação em flagrante um detento do Cotel, solteiro, 25 anos, analfabeto e sem ocupação, Aruja/SP-(possui antecedentes criminais-já foi preso por 3 vezes consecutivas por tráfico de drogas). A prisão foi realizada por Agentes Penitenciários do COTEL-Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna quando foi encontrado na posse de um dos presos 02(duas) cédulas de R$ 100 reais falsos.  O preso que recebeu a nota falsa informou aos agentes que as notas falsas que estavam com ele haviam sido repassadas por um outro detento (preso por porte ilegal de arma de fogo) que também está cumprindo pena no mesmo sistema prisional. A denúncia em tese teria partido de outros detentos do complexo.

Terminado os trabalhos ostensivos e tendo sido as notas apreendidas, o suspeito recebeu voz de prisão em flagrante e em seguida foi conduziu para a Sede da Polícia Federal no Cais do Apolo no Bairro do Recife Antigo, onde, após ter sido informado dos seus direitos e garantias constitucionais acabou sendo autuado em flagrante pelo crime contido no artigo 289, § 1º único do Código Penal Brasileiro (colocar em circulação moeda falsa) e caso seja condenado poderá pegar penas que variam de 3 a 12  anos de reclusão, além de multa! Após a autuação, o preso realizou Exame de Corpo de Delito no IML - Instituto de Medicina Legal e em seguida foi encaminhado novamente para o COTEL e hoje pela trade passará pela audiência de custódia e caso seja confirmada sua PRISÃO PREVENTIVA vai responder a mais um processo na prisão.

Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget