Painéis e debates do MPPE discutem a violência contra a mulher.

  A violência contra a mulher foi o tema discutido no terceiro dia do Encontro Mulher e Cidadania, na segunda-feira (26), no auditório da Procuradoria Geral do Estado, na Rua do Sol, bairro de Santo Antônio. O primeiro painel abordou a temática Violência de gênero contra a mulher: do assédio ao feminicídio. Responsável por mediar a mesa de debates, a analista ministerial em serviço social Maria Luíza Araújo declarou esperar que, ao saírem, eles pudessem refletir sobre como suas atuações cotidianas se inserem no tema e como podem contribuir para enfrentar essa violência.

A socióloga e pesquisadora Ana Paula Portella apresentou algumas questões a respeito da morte de mulheres no Brasil. Segundo ela, há cerca de 20 anos a violência contra a mulher era vista como algo normal, não havendo condenação social e nem jurídica para ela. Os homens, afirmou a pesquisadora, faziam uso da violência como uma ferramenta de adequação das mulheres ao seu lugar social e, às vezes, eram até absolvidos de homicídios ao alegarem “legitima defesa da honra.

Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget