Escola Superior do MPPE promove encontro sobre mulher e cidadania.

  Nos próximos dias 12, 19 e 26 de março, a Escola Superior do Ministério Público de Pernambuco (ESMP-PE) irá realizar o encontro Mulher e Cidadania: o MPPE em diálogo com a sociedade para promover espaços de discussão e reflexão entre integrantes do MPPE e sociedade civil acerca de alguns dos principais obstáculos enfrentados pelas mulheres na contemporaneidade. Os eventos ocorrerão no Edifício Ipsep, na Rua do Sol, Nº 143, em Santo Antônio. Nos dias 12 e 19, no auditório da Escola Superior do Ministério Público de Pernambuco, localizado no 5º andar; e no dia 26, no auditório da Procuradoria Geral do Estado, no 7º andar do mesmo prédio.

Na próxima segunda-feira (12), o primeiro encontro irá abordar o tema A mulher e o mundo do trabalho, com a participação da Coordenadora da ONG SOS Corpo, Sílvia Camurça, e da psicóloga Paula Fonseca. Para esse debate, serão disponibilizadas 50 vagas apenas para integrantes do MPPE.

Já no dia 19, serão realizados dois painéis abordando o direito à saúde da mulher. O primeiro será pela manhã, das 8h30 às 12h, e irá tratar da Saúde da Mulher: Diversidade e Violência Institucional, com representantes da Gerência de Saúde da Mulher da Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco, além da coordenadora do Núcleo de Articulação e Atenção Integral à Saúde e Cidadania do Idoso do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (NAISCI-HUOC), Sálvea de Oliveira, e da Coordenadora da ONG Amo Trans, Choppely Glaudyston. À tarde, entre 13h30 e 18h, o debate será sobre os Direitos Sexuais e Reprodutivos e Violência Obstétrica, com participação da coordenadora do Grupo Curumim, Paula Viana; da coordenadora da UTI obstétrica do IMIP, Leila Katz; e da fundadora da ONG Observatório Negro, Ana Paula Maravalho Borges.

Para encerrar, no dia 26, a violência contra a mulher será tema de mais dois painéis: Violência de Gênero contra a mulher: do assédio ao feminicídio, pela manhã, com a socióloga e pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Violência, Criminalidade e Políticas Públicas e Segurança da UFPE, Ana Paula Portella, e a Secretária da Mulher da Prefeitura da Cidade do Recife, Maria Aparecida Pedrosa Bezerra; e a Violência Doméstica contra a Mulher, no período vespertino, com participação da promotora de Justiça aposentada do Ministério Público do Pará, Lucinery Helena Ferreira; da Presidente da Comissão da Mulher Advogada (CDMA) da OAB/PE, Ana Luiza Mousinho da Motta e Silva; da psicóloga Paula Targino e da assistente social Tatiana Craveiro, ambas da 1ª Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da capital.

Nos últimos dois dias, a programação será aberta ao público, sendo disponibilizadas 50 e 90 vagas, respectivamente, a serem preenchidas por ordem cronológica de inscrição. O formulário está disponível clicando aqui

Ainda na programação, porém sem necessidade de inscrição, também serão realizados Clube de Leitura e Cine Debate, nos dias 7 e 27 de março. Na quarta-feira (7), o romance afro-brasileiro Ponciá Vivêncio, de Conceição Evaristo, será tema de debate na sede do Sindicato dos Servidores do Ministério Público de Pernambuco, localizado na Av. Visconde de Suassuna, 114, na Boa Vista, às 18h, em parceria com o Instituto Humanitas Unicap. Já no dia 27, a cineasta André Ferraz estará no auditório da Escola Superior do MPPE, às 14h, para falar sobre o filme Câmara de Espelhos, que retrata o universo masculino e sobre como os homens enxergam o papel das mulheres na sociedade ocidental, através de entrevistas realizadas com homens moradores da Região Metropolitana do Recife.

A iniciativa conta com apoio do Projeto Humanização do Parto do MPPE; do Núcleo de Apoio à Mulher (NAM), dos Centros de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa da Cidadania, da Saúde e da Educação; do Sindicato dos Servidores do MPPE (SINDSEMPPE) e da Associação do Ministério Público de Pernambuco (AMPPE).

Combate à violência contra a mulher - O Núcleo de Apoio à Mulher Promotora de Justiça Maria Aparecida da Silva Clemente do Ministério Público de Pernambuco (NAM/MPPE) também estará com uma programação especial sobre a temática da violência doméstica e de gênero contra a mulher.

Até a próxima sexta-feira (9), a coordenadora do NAM, promotora de Justiça Maria de Fátima de Araújo, estará em Brasília, onde, desde terça-feira (6), está representando o MPPE na reunião da Comissão Permanente de Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (COPEVID).

No dia 13, o NAM estará na sede da Associação Democrática Ibura/Jordão para debater com as moradoras dos dois bairros sobre a violência contra a mulher e como superar esse problema. No mesmo local, o MPPE fará uma capacitação, em 27 de março, voltada aos conciliadores que fazem parte da instituição social. Já nos dias 3 e 10 de abril, serão realizadas duas palestras abertas sobre o tema da violência doméstica e familiar contra a mulher, nas bibliotecas públicas de Afogados e de Casa Amarela.

Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget