Centro de Educação Infantil Bem-Me-Quer recebe prêmio na Jornada de Educação Alimentar e Nutricional.

  O Centro Integrado de Educação Infantil (CIEI) Bem-Me-Quer, que fica localizado na Ilha de Fernando de Noronha, participou no ano passado da Jornada de Educação Alimentar e Nutricional nas Escolas de Educação Infantil que são atendidas pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), ficando entre as 30 selecionadas do concurso em todo Brasil.

A Jornada é realizada pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e contou com a participação de 800 escolas inscritas em todo País. A jornada foi dividida em seis etapas e os professores desenvolveram atividades com os estudantes dentro dos temas propostos que foram: Alimentação complementar e Prevenção da obesidade infantil; Alimentos regionais brasileiros; Prevenção e redução de perdas e desperdícios de alimentos; Horta escolar pedagógica; Agricultura familiar na escola; Atividades lúdicas para o desenvolvimento social e relacionado ao ato de comer. Ao final da Jornada, foram escolhidos os 30 melhores relatos para a produção um livro. “É muito gratificante participar de um trabalho como esse, são anos de dedicação e empenho. Agora estamos vendo o fruto do nosso trabalho.

 Saber que nosso relato nesse livro vai ajudar muitas escolas na prática da alimentação saudável nos deixa cheios de orgulho”, pontua a gestora da escola, Sheila Oliveira. A escola Bem-me-quer foi selecionada com o relato que tratou o tema “Horta Escolar Pedagógica”. Na unidade de ensino, que atende cerca de 230 crianças de 0 a 6 anos, é trabalhada a horta hidropônica e orgânica, onde os estudantes aprendem a plantar e colher desde o primeiro ano de vida. Todo material colhido na horta é usado para merenda dos pequenos.

No espaço é possível encontrar ervas medicinais, árvores frutíferas, minhocário e criação de abelhas sem ferrão, onde os estudantes aprendem a colher o mel. “Trabalhar com os alunos desde os primeiros anos de vida é muito importante, pois estamos trabalhando com a prevenção de futuras doenças causadas por uma má alimentação como: pressão arterial elevada, diabetes, obesidade, colesterol elevado e outras patologias.

E com os pais de alunos trabalhamos com uma reeducação alimentar e nutricional”, declara a nutricionista que coordenou a jornada na escola, Maria Aparecida. O livro foi lançado no dia 21 deste mês, no auditório do Centro de Ciências Sociais da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). “A Creche de Fernando de Noronha foi escolhida por ser uma das poucas escolas do Estado com Educação Infantil e também pela receptividade com que foi recebido o convite.

Os temas foram trabalhados de forma lúdica com total interação entre os estudantes, professores e gestão escolar. Constatamos a transformação em todos os atores envolvidos, levando a prática diária do consumo de alimentos saudáveis”, pontua Marieta Pinho, superintendente do Programa de Alimentação Escolar.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget