Posse de nova mesa diretora do TJPE conta com a presença do MPPE.

   O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) se fez presente na posse da nova mesa diretora do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) para o biênio 2018/2019, nesta segunda-feira (5). A subprocuradora para Assuntos Institucionais, procuradora de Justiça Lúcia de Assis, representou o procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, na solenidade realizada no Palácio da Justiça, no bairro de Santo Antônio. Assumiram a mesa diretora os desembargadores Adalberto de Oliveira Melo como presidente, Cândido Saraiva no cargo de 1º vice-presidente, Antenor Cardoso na 2ª Vice-Presidência e Fernando Cerqueira como corregedor-geral da Justiça.

“Vim trazer os cumprimentos do Ministério Público de Pernambuco tanto aos novos integrantes da mesa diretora, quanto aos que cumpriram sua missão quando nela estavam. O MPPE sempre manteve uma relação de proximidade com o TJPE, o que só fortalece o sistema de Justiça pernambucano. É praxe na nossa Instituição ter relações cordiais e parceiras com outros órgãos públicos para que o serviço prestado à população seja sempre o mais eficiente e célere possível”, comentou a subprocuradora Lúcia de Assis.

Ela compôs a mesa de honra junto ao recente ex-presidente do TJPE, desembargador Leopoldo Raposo; ao presidente empossado do TJPE, desembargador Adalberto de Oliveira; ao presidente em exercício do Superior Tribunal de Justiça, ministro Humberto Martins; o governador do Estado, Paulo Câmara; o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Guilherme Uchôa; o prefeito do Recife, Geraldo Júlio; o comandante militar do Nordeste, general Artur Costa Moura; e o bispo diocesano de Caruaru, Dom Bernadino Marchió.

No seu discurso de despedida, o desembargador Leopoldo Raposo agradeceu o apoio dos magistrados e servidores que fizeram parte da sua gestão e também à sua família. O presidente empossado, desembargador Adalberto de Oliveira, parabenizou a gestão do seu antecessor e revelou as propostas da sua gestão. “A principal meta dos nossos trabalhos será a prestação de um serviço jurisdicional rápido, preciso, eficiente e justo. Devemos promover meios para que a população seja mais bem atendida, inclusive com a realização de parcerias com entidades bem sucedidas no Estado. Iremos trabalhar de forma integrada em três campos: o da continuidade, o da motivação e o da inovação. Daremos seguimento aos projetos implantados pelas gestões anteriores e que visam à melhoria das condições de atendimento jurisdicional”, afirmou.

Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget