MPPE e Prefeitura de Cupira lançam programa para ressocializar adolescentes infratores.

  O plano de atendimento socioeducativo em meio aberto para a ressocialização de adolescentes infratores, proposto pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) à Prefeitura de Cupira, no Agreste do Estado, será posto em prática a partir de segunda-feira (26).

 Com a presença do procurador-geral de Justiça de Pernambuco, Francisco Dirceu Barros, e da promotora de Justiça local, Soraya Dutra, a administração municipal vai lançar o Programa Cuidar. O evento está marcado para começar às 11h, na Fazenda Glória, zona rural do município. “Nesse projeto, efetiva-se a medida socioeducativa de meio aberto, com foco na prestação de serviço para a comunidade.

Assim, o adolescente passará no máximo seis meses de cumprimento de medida. Os dois primeiros meses seriam com trabalhos que visam a manutenção das áreas urbanas e em prol da comunidade. No terceiro e no quarto mês, os adolescentes seriam inseridos nos CAPs para prestarem informações ao público, usando camisas com os dizeres “Posso Ajudar?” e, dessa forma, auxiliarem os cidadãos.

Com o trabalho, eles perceberão que existem demandas ao seu redor e o sentido de cidadania. Por fim, nos últimos meses, eles terão tarefas e aprendizados em oficinas para desenvolverem habilidades de acordo com suas vocações e descobrir uma profissão”, explicou Soraya Dutra.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget