Técnicos comemoram títulos e projetam futuro da Base.

  Rafael Santiago e Sued Lima conquistaram o tetra e o bi do Pernambucano com o Sub-15 e o Sub-17 do Sport, respectivamente.

 Neste sábado (9) o Sport escreveu mais um importante capítulo na história das categorias de base. Atuando na Ilha do Retiro, o Sub-15 leonino foi tetracampeão do Campeonato Pernambucano com 100% de aproveitamento, enquanto o Sub-17 foi bicampeão invicto. A primeira categoria venceu o Porto por 3x1, enquanto a segunda bateu o Santa Cruz por 2x0. Rafael Santiago, técnico do Sub-15 e Sued Lima, comandante do Sub-17, comemoram o feito dos garotos rubro-negros, que levantaram a taça com méritos.

Para os treinadores, o balanço é positivo e muito importante para o Clube. “Faço uma análise muito positiva. Trabalhamos desde o início do ano e esse grupo está comigo desde o Sub-13. Como conhecíamos os atletas, continuamos o trabalho – que foi muito gratificante. Não deu margem para erro. Ganhamos todos os jogos.

Fizemos mais de 60 gols e levamos apenas três”, disse Rafael. “Esse Pernambucano foi o mais competitivo nos últimos dez anos. O sistema propiciou que jogássemos com as equipes tradicionais. No hexagonal – antes da semifinal – nossos jogos foram duros. Chegamos à final por merecimento. Mas também temos que engrandecer o trabalho que o Santa Cruz fez, mesmo com muitas dificuldades.

Não podemos mensurar o nosso trabalho na Base por títulos. O Sport venceu nas três categorias pelo investimento que o Clube está disponibilizando. Espero que futuramente continue o sistema de disputa do Estadual, mas que aumente a quantidade de jogos. A gente tende a evoluir mais com os atletas quando há uma demanda maior de jogos”, enfatizou Sued.

 Os “professores” também fizeram uma projeção para seus respectivos elencos, comentando o que esperar desses jovens atletas no futuro. “Acredito que esta safra (de atletas) é muito boa. São jogadores talentosos, que acreditamos que mais na frente vão dar grandes frutos para o Sport. A gente consegue fazer uma projeção muito positiva nesse grupo (com atletas nascidos em) 2002 e 2003”, pontuou o comandante do Sub-15.

 “Essa geração (de atletas nascidos em) 2000 é a geração que foi o primeiro Sub-13 no Clube. É um elenco que já competiu bastante. Disputaram competições nacionais e internacionais. Eles têm certa bagagem. Teremos grandes jogadores desse grupo”, encerrou o treinador do Sub-17.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget