Novos promotores de Justiça entregam documentação.

  Vinte candidatos aprovados para o cargo de promotor de Justiça no último concurso realizado pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE), em 2015, foram recebidos pelo procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, em seu gabinete, na sede da Instituição, no bairro de Santo Antônio, na região central do Recife, nesta terça-feira (21). Os próximos promotores foram convocados para a entrega dos documentos que comprovam sua experiência jurídica.

Do chefe do MPPE, eles ouviram palavras de boas-vindas, conselhos e incentivo à carreira. Acompanhado do chefe de gabinete, Paulo Augusto Oliveira, e do subprocurador em Assuntos Jurídicos, Clênio Valença, o procurador-geral conclamou os novos promotores a se dedicarem de corpo e alma ao ofício de defender a sociedade em uma instituição que se torna, a cada dia, mais democrática. “Estamos democratizando, aos poucos, mas a passos largos, o MPPE. Estamos tendo a coragem de implantar nesta casa a democracia plena”, disse Francisco Dirceu Barros.

O procurador-geral também relembrou o empenho realizado para diminuir o déficit de 146 cargos vagos que encontrou ao assumir o cargo, em janeiro deste ano. “Conseguimos, após muito esforço e cortando na carne, convocar e dar posse a 21 novos promotores, ainda com toda a restrição orçamentária. Agora, são vocês. É um dever moral do Ministério Público convocar vocês. Mas ainda é muito pouco.

Precisamos trabalhar ainda mais”, reforçou Franicsco Dirceu Barrios. Coube ao chefe de gabinete a tarefa de explicar aos candidatos aprovados o trâmite que vai finalizar com a posse dos 20 promotores. “Temos o compromisso de convocar, nomear e dar posse a novos membros. Por isso, precisamos trabalhar nos editais de remoção e promoção, que vão abrir as vagas que vocês ocuparão. São mais de 130 editais. Há um trâmite que será cumprido e esperamos que vocês tomem posse até 20 de janeiro e estejam em suas comarcas na primeira quinzena de fevereiro”, reforçou Paulo Augusto Oliveira.

“A nossa prioridade é chegar à ponta, ao cidadão.” Entregue a documentação, o próximo passo para a posse dos novos promotores é a análise da comprovação da experiência jurídica de cada um. A movimentação na carreira vai definir que cidades terão seus cargos a ser preenchidos. “Não temos espaço para comemorar. O MPPE e a sociedade pernambucana precisam de vocês o mais rápido possível”, finalizou o procurador-geral de Justiça.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget