GILMAR ABSOLVE WAACK DO CRIME DE RACISMO: “TODOS NÓS PODEMOS ERRAR”.

Embora o racismo seja crime inafiançável, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, absolveu o jornalista William Waack, da Globo, que disse "é preto, é coisa de preto", ao reclamar de um cidadão que buzinava na rua durante cobertura jornalística nos Estados Unidos; desde que o vídeo veio à tona, Waack foi criticado até por artistas da própria emissora, como o ator Lázaro Ramos; a Globo afastou o jornalista e ele também perdeu seu programa na GloboNews.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget