Santa Cruz do Capibaribe pode ter distrito de São domingos como seu bairro.

   Um novo mapeamento do Estado de Pernambuco, feito por meio dos dados do programa Pernambuco Tridimensional (PE3D), poderá alterar os limites de diversos municípios. O programa utiliza a varredura a laser para fazer medições precisas das referências definidas nas leis de criação dos municípios.

 No plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o deputado Isaltino Nascimento (PSB), afirmou que as alterações podem modificar o tamanho da população das cidades, afetando o repasse de recursos para as prefeituras.

“Os prefeitos precisam estar atentos, e a discussão sobre esse processo precisa ser trazida para esta Casa”, afirmou. De acordo com o parlamentar, as divisas do Estado também podem ser alteradas. A solicitação de Isaltino é que a Comissão de Negócios Municipais da Assembleia realize uma audiência pública sobre o tema.

 O PE3D está sendo executado pela Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco – Condepe/Fidem, com a contribuição do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O projeto tem um custo de R$ 21,5 milhões, financiado pelo Banco Mundial. As cidades que podem ter o território alterado são entre Arcoverde, Belo Jardim, Brejo da Madre de Deus, Carpina, Caruaru, Chã Grande, Escada, Garanhuns, Lajedo, Limoeiro, Nazaré da Mata, Paudalho, Pesqueira, Petrolina, Pombos, Ribeirão, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, São Bento do Uma, São Caetano, Surubim, Tacaimbó, Timbaúba, Toritama, Tracunhaém e Vitória de Santo Antão.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget