Prefeitos de Pernambuco pedem R$ 4 bilhões ao Governo Federal.

  Um grupo de prefeitos de Pernambuco encaminhou, ao Palácio do Planalto, um ofício solicitando a edição de uma medida provisória para apoio financeiro emergencial de R$ 4 bilhões. Ao todo, 84 gestores se reuniram com parlamentares para cobrar que eles defendam a aplicação do repasse.

 De acordo com os representantes, caso o pedido não seja atendido, serviços básicos e o pagamento do 13º salário dos servidores estarão ameaçados. Segundo a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), sem o repasse, não será possível fechar as contas dos municípios no azul. “Nós temos a obrigação de investir 25% da nossa receita em educação, que é primordial.

Como a necessidade do povo em relação à saúde é muito grande, Caruaru, por exemplo, investe outros 27% na área. Se você gasta 50% com folha de pessoal, efetivamente o que sobra? A gente não tem nenhuma capacidade de investimento com recursos próprios da prefeitura e temos que vir a Brasília ficar pedindo, de pires na mão”, criticou. De acordo com o prefeito de Afrânio, Rafael Cavalcanti (PMDB), dos 185 prefeitos pernambucanos, 137 já estão acima do limite de gastos estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

“A maioria dos prefeitos que está aqui, se já não demitiu, vai sair daqui para, infelizmente, reduzir seu quadro de funcionários”, apontou.

De acordo com os gestores, o pagamento do 13º salário dos servidores está ameaçado.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget