Ministério Público investiga aluguel de prédio pela prefeitura de Caruaru.

  O Ministério Público de Pernambuco publicou no Diário Oficial do Estado a confirmação da abertura de inquérito civil para investir o aluguel de um prédio no centro de Caruaru, utilizado como gabinete da prefeita Raquel Lyra. A ação questiona a contratação do imóvel, ao valor de R$ 40 mil mensais.

 De acordo com o texto, o ofício com as informações sobre o aluguel “não faz remissão específica aos órgãos que demandariam transferência de prédio, apenas informando que após chuvas alguns imóveis necessitariam ser interditados, sem juntar qualquer laudo ou até mesmo apontar os prédios ou extensão dos danos”. A ação é um pedido do promotor Marcus Tieppo.

 Por meio de nota, a Prefeitura afirmou que o aluguel do imóvel atende a “necessidade urgente”, em razão das chuvas que acometeram o município durante o mês de maio. Além disso, a declaração aponta que o valor do aluguel encontra-se dentro da média de mercado.

 “Informamos, ainda, que, além do gabinete da prefeita e do vice, que ocupam todo o segundo andar do prédio, estão instaladas, no terceiro andar, a Secretaria de Administração, a qual está devolvendo o imóvel que ocupava há sete anos, economizando R$ 10.300,00 (dez mil e trezentos reais) com aluguel, e a Secretaria de Planejamento”, aponta o texto. A Prefeitura afirmou que prestará todos os esclarecimentos necessários, após a notificação.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget