JUSTIÇA FEDERAL DE PERNAMBUCO AVALIA AFASTAMENTO DE MINISTRO DA SAÚDE.

Ação civil pública movida pelo MPF-PE, que entre outras coisas pede o afastamento do ministro da Saúde Ricardo Barros, foi distribuída para a 3ª Vara da Justiça Federal no Estado; procuradora da República Silvia Regina Pontes Lopes pede que seja mantido contrato firmado com a Hemobras; objetivo é impedir eventual transferência de tecnologia para processamento de plasma para o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), o que tem sido defendido publicamente pelo Ministério da Saúde.; ministro é casado com Cida Borghetti (PP), vice-governadora de Beto Richa (PSDB-PR) e exerce influência no estado.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget