Comitiva caruaruense pede auxílio ao MPPE no combate à violência.

  Uma comissão de representantes da sociedade civil organizada do município de Caruaru esteve, nesta quarta-feira (20), no Ministério Público de Pernambuco (MPPE) para divulgar a Carta de Caruaru em Defesa da Vida. A comitiva foi encabeçada pela prefeita Raquel Lyra e foi recebida no MPPE pelo chefe de gabinete, Paulo Augusto Freitas de Oliveira, e pela subprocuradora em Assuntos Institucionais, Lúcia de Assis, que representaram o procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, ausente no momento da visita.

 O conteúdo do texto mostra a preocupação dos caruaruenses com a situação de insegurança que impera no Agreste pernambucano. Segundo os relatos, a um clima de medo na cidade, com a população evitando sair temendo atos violentos. Os dados apresentados apontam mais de 200 assassinatos até agora em 2017, o que representa um aumento de 34% em relação a 2016. “O MPPE está de portas abertas às solicitações da sociedade pernambucana. Somos sensíveis à defesa da cidadania e a visita da comitiva caruaruense traz um apelo legítimo pela segurança dos cidadãos do município.

O MPPE estudará um modo de agir para solucionar as aflições relatadas nesta carta”, afirmou a subprocuradora Lúcia de Assis.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget