Caruaru precisa implementar Conselho de Direito da Pessoa Idosa.

  O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) expediu recomendação ao município de Caruaru com o objetivo de implementar Conselhos de Direito da Pessoa Idosa. A iniciativa foi do promotor de Justiça Ernando Jorge Mazola, da 6ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Caruaru com atuação na Promoção e Defesa da Pessoa Idosa e cidadania residual, que expediu o documento endereçado ao presidente da Câmara Municipal de Caruaru, o vereador Luiz Ferreira Torres Silva, para que adote as medidas de protocolar na Casa Legislativa do projeto de lei referido na recomendação.

 Em caso de inexistência do diploma legal tratado, deverá ser incluido em pauta para a deliberação e votação em preferencialmente regime de urgência. A Promotoria de Justiça terá de ser informada sobre o andamento do referido projeto de lei ou da legislação já existente sobre o tema.

Direcionamento - Com a recomendação Nº 002/2017, o procurador-geral de Justiça do MPPE, Francisco Dirceu Barros, publicada no Diário Oficial em 7 de setembro de 2017, dispôs sobre a atuação dos promotores de Justiça quanto a implementação da eleição unificada dos conselhos de direitos da pessoa idosa, pois o conselho é um órgão essencial para garantir os direitos criados para propor e acompanhar as políticas públicas voltadas ao idoso, prevista na Lei Federal Nº 8.842/1994 e no Estatuto do Idoso Lei Federal Nº 10.741/2003.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget