Paulo Câmara determina que as equipes de prontidão redobrem a atenção após novas chuvas na Mata Sul.

Determinação foi repassada pelo governador, neste sábado, durante reunião com chefes dos escritórios locais, no Palácio do Campo das Princesas
Em mais uma reunião semanal com os coordenadores dos escritórios locais dos municípios afetados pelas enchentes do último mês, o governador Paulo Câmara determinou, neste sábado (01.07), atenção total. As equipes devem continuar de prontidão, uma vez que fortes chuvas voltaram a acometer algumas cidades da Mata Sul do Estado - Barra de Guabiraba, São Benedito do Sul, Ribeirão, Primavera e Belém de Maria. Durante a reunião, realizada no Palácio do Campo das Princesas, o secretário de Planejamento e Gestão, Márcio Stefanni, também apresentou um balanço da Operação Prontidão da semana anterior e o planejamento para os próximos dias.
“Como choveu muito ontem, o governador Paulo Câmara determinou atenção total e que todos fiquemos de prontidão. O efetivo do Corpo de Bombeiros está em alerta e já houve reforço na Mata Sul, assim como a Polícia Militar continua com a Operação Rone para evitar danos”, afirmou Márcio Stefanni, destacando que, em Ribeirão, o nível da água está aumentando, e que, em Primavera, algumas canaletas foram rompidas. “Estamos fazendo um orçamento dos danos, para encaminhar ao Governo Federal e receber ajuda para reconstruir o que foi destruído”, completou.
Além da preocupação com as enchentes, Stefanni registrou que o governador Paulo Câmara, preocupado com os possíveis deslizamentos de terra nas encostas, determinou, ainda, que o chefe da Defesa Civil, tenente-coronel Rosendo, e o chefe da Casa Militar, coronel Eduardo Pereira, vão a Brasília, na próxima segunda-feira, apresentar o plano de geomanta. “O governador determinou a ida deles ao Ministério da Integração para apresentar o projeto para as áreas que podem sofrer não só com a enchente, mas com deslizamentos. Estamos esperançosos de receber esses recursos para repetir a experiência exitosa do Recife com essa técnica”, afirmou.
Um investimento de cerca de R$ 25 milhões serão necessários para as obras de contenção de barrreiras em nove municípios - Catende, Belém de Maria, Sirinhaém, Joaquim Nabuco, Cortês, Ribeirão, Jaqueira, Maraial e São Benedito do Sul.
BALANÇO - Até o momento, o Gabinete de Crise Central registrou um total de 1.052 desabrigados e 8.108 desalojados. Ao todo, já foram entregues 240 mil metros quadrados de lonas; 15.050 kits dormitórios; 16.393 colchões; 310,2 toneladas de cestas básicas + pronto consumo; 182,5 toneladas de alimentos; 223.067 litros de água, 9.693 kits de limpeza; 5 mil kits de higiene; 15,8 toneladas de material de higiene e limpeza; e 117,9 toneladas de roupas.





Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget