Aliados pensam em esvaziar sessão para salvar Temer de denúncia.

Denúncia que será oferecida pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, nesta semana, deve ser enviada ao Congresso Nacional pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, e precisa de 342 votos, dos 513 deputados, para avançar no Congresso; pela Constituição, ação penal contra o presidente da República só é aberta no STF com aval da Câmara; integrantes da base aliada temem se desgastar ao discursar no microfone contra o prosseguimento da ação, e por isso planejam nem aparecer na sessão.




Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget