Kit educativo Corrupção. Tem Jeito está sendo utilizado por escolas municipais do Recife.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) esteve na Escola Municipal Karla Patrícia, em Boa Viagem, na última quarta-feira (3), junto com profissionais da Secretaria de Educação do Recife, com o intuito de acompanhar o trabalho realizado pelos alunos a partir do uso dos kits educativos da campanha Corrupção. Tem Jeito como material pedagógico.

O material foi utilizado pelos professores e coordenadores da escola em atividades que envolveram cerca de 120 estudantes do ensino fundamental. Ao longo do ano letivo, mais alunos terão a oportunidade de usar o material. ”O material facilitou essa atividade pedagógica, foi muito prático. Acredito que agora na cabeça das crianças ficou bem claro o que é a corrupção”, avaliou o professor Charles Gilberto.

As atividades realizadas na escola visaram o desenvolvimento das habilidades oratória e escrita das crianças. Os alunos do 1° ao 5° ano da Escola Karla Patrícia deram aulas para outras turmas sobre o tema, fizeram redações, dramatizações, cartazes e desenhos exercitando a criatividade com base no assunto.

“O material é riquíssimo, abriu portas para que eles fizessem uma autoavaliação e percebessem que pequenos atos feitos em sala de aula são contribuidores para um País corrupto lá na frente, o MPPE está de parabéns, as crianças amaram e já estão multiplicando esse conhecimento”, complementa a coordenadora da escola, Márcia Breckenfeld.

A aluna do 4° ano Jenifer Ferreira relatou sua impressão sobre as ações pedagógicas com base no kit educativo. “Eu achei muito legal, é uma oportunidade da gente aprender mais e poder transmitir isso pra nossa casa. Eu achava que corrupção era coisa só de políticos e agora aprendi que não. Se todos lutarem contra a corrupção, ela tem jeito”, detalhou a estudante.

Segundo a técnica pedagógica da Secretaria da Educação do Recife, Lúcia Machado, cento e noventa e seis escolas do Recife foram beneficiadas com os kits Corrupção. Tem Jeito. “Essa faixa etária, do ensino fundamental, é quando os vícios ainda não estão estabelecidos; eles estão abertos, assim podemos ensinar, porque é impressionante o poder deles de refletir. A Escola Karla Patrícia nos emocionou hoje”, complementou.

De acordo com o coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Sonegação Fiscal (Caop Sonegação Fiscal), procurador de Justiça José Lopes, o MPPE espera que a ação seja uma forma de multiplicar conhecimento. “A partir dos menores é que se inicia o processo de cidadania; ela é feita de pedacinhos, é uma construção ao longo da vida. Para se ter uma nação justa é preciso saber que o jeitinho brasileiro caiu no passado. Essa formação precisa ser voltada ao próximo, e respeito se faz seguindo as leis”, afirmou.

Saiba Mais:
Jogo de Memória Corrupção. Tem Jeito - O MPPE acredita que a sensibilização das crianças é também uma forte aliada para mudar o sério problema da corrupção. Confira as cartelas do Jogo de Memória Corrupção. Tem Jeito, produzido pela Assessoria Ministerial de Comunicação Social do MPPE, que apresenta atitudes corruptas e honestas para que os jovens reflitam sobre seu papel na formação de novos valores para a sociedade.

Um conto da Corruplândia - Era uma vez um reino distante chamado Corruplândia. Os moradores desse reino têm uma história pra contar, e o MPPE acredita que as crianças e os jovens podem, desde cedo, desenvolver seu senso crítico e valores éticos para a construção de uma sociedade sem corrupção.



Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget